domingo, 5 de dezembro de 2010

Muricy Ramalho

 

Com mais um título, Muricy se consolida como o "rei" dos pontos corridos. Desde 2003, quando o Campeonato Brasileiro passou a ser disputado por pontos corridos, ninguém ganhou mais títulos do que Muricy Ramalho. Após o tricampeonato pelo São Paulo, em 2006, 2007 e 2008, o treinador, agora, no Fluminense, faturou o seu quarto troféu.

Parabéns ao Muricy e ao FLUMINENSE CAMPEÃO BRASILEIRO DE 2010.

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Bussunda


Pois é... O Tabajara FC está defalcado! Afinal o intérprete de seu craque de maior peso, resolveu jogar no time das estrelas, do céu. Dizem que o pessoal já está com os cabelos em pé, por lá... Era um gozador de primeira, em qualquer situação, e um sacana do melhor estilo carioca, até para nos deixar ele o fez depois de uma “pelada”...Bussunda fará muita falta ao time dos cassetas e, principalmente, ao humorismo brasileiro.
homenagen ao grade humorista brasileiro.
Cláudio Besserman Vianna
Nasceu em, 25 de junho de 1962 no Rio de Janeiro.
E nos deixou, 17 de junho de 2006 em Vaterstetten, Alemanha.

Artista: Aldinho

sábado, 27 de novembro de 2010

Você Sabia?

De onde veio a expressão “olé”?
Das touradas espanholas, lógico, quando o toureiro ‘dribla’ o touro enfurecido. Mas a primeira aparição da expressão nos estádios ocorreu com um time brasileiro, o Botafogo. Os cariocas disputaram uma partida contra o América do México, no México, na década de 50. O time botafoguense era de muita qualidade e logo começou a irritar os adversários, que apelaram para as entradas duras. Para fugir delas, Garrincha e companhia começaram a dar apenas toquinhos na bola, colocando os mexicanos na roda, e aí, a torcida foi ao delírio e gritou “olé” pela primeira vez em um jogo.


Quem apelidou o Palmeiras de ‘porco’ foi o rival Corinthians
E o pior é que verdade. Em 1969, dois jogadores do Timão faleceram e o clube teve de pedir para a Federação Paulista a inscrição de mais dois atletas para a continuidade do campeonato daquele ano. O Palmeiras, contudo, foi o único time que se opôs ao pedido corinthiano. Para protestar contra a ‘sujeira’ palmeirense, a Fiel soltou um porco no Morumbi e gritou em provocação “dá-lhe porco”. Em 1986, a torcida do Verdão sucumbiu e acabou aceitando a provocação como símbolo, mascote - simbólico, o oficial é o Periquito -,  e coro da equipe.


Brasileirão: o maior e o menor público
Se o seu palpite para o menor público é algum jogo do São Caetano, você errou. Em 1997, no Rio Grande do Sul, Juventude e Portuguesa passaram pela vergonha de jogar no estádio Olímpico para apenas 55 torcedores, enquanto 155.523 flamenguistas e santistas tiveram a oportunidade de acompanhar a decisão do Brasileirão de 1983, disputada pelas duas equipes no Maracanã: o maior público do campeonato nacional

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Curiosidades sobre o futebol

O primeiro estádio brasileiro, na verdade, não era um estádio

Sim, é isso mesmo. O primeiro estádio brasileiro foi o Velódromo de São Paulo, que, originalmente, desde 1875 sediava competições ciclísticas. Para abrigar um jogo entre o Paulistano e o São Paulo Athletic, uma família tradicional paulistana resolveu construir arquibancadas em torno dele, em 1902.

O gol 10.000 de uma Copa Libertadores é de um brasileiro

E o autor da façanha é o lateral Cicinho, ex-São Paulo. Na época em que defendia o time do Morumbi, em 2005, o jogador marcou este gol histórico sobre o rival Palmeiras, na partida vencida pelo Tricolor por 1 a 0. Detalhe: esta partida também marca o centésimo jogo do ala pelo clube.

A primeira partida da seleção brasileira foi contra a Argentina

É, a rivalidade não nasceu por acaso. De lá pra cá, tudo bem, damos um banho em nossos hermanos nos quesitos ídolos e títulos. Mas, este jogo, que marcou o início do confronto entre brasileiros e argentinos no futebol, não terminou bem para nós. Placar de 3 a 0 para os adversários, no dia 20 de setembro de 1914, em Buenos Aires, na Argentina.

domingo, 21 de novembro de 2010

Ronaldinho gaucho


Ronaldo de Assis Moreira, conhecido no Brasil como Ronaldinho Gaúcho e na Europa simplesmente Ronaldinho, (Porto Alegre, 21 de março de 1980) é um futebolista brasileiro. Jogador formado no Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense, meia-armador e atacante, estreou na seleção brasileira num jogo contra a Letônia, em junho de 1999. Porém, foi na Copa América de 1999 que se destacou pela primeira vez na seleção, marcando um gol na goleada contra a Venezuela (7 a 0), ao dar um chapéu no zagueiro e em seguida chutar forte no canto do goleiro. Após este lance Ronaldinho tornou-se cobiçado por grandes clubes europeus como o PSV. Foi considerado melhor jogador do mundo em 2004 e 2005 pela FIFA (Federação Internacional de Futebol) e também Bola de Ouro (melhor jogador europeu) em 2005. É irmão do ex-jogador do Grêmio, Assis. Desde pequeno, Ronaldinho Gaúcho já demonstrava habilidade com a bola, como se pode ver em vídeos caseiros de sua família. Entre seus ídolos, além de seu irmão encontram-se Rivaldo e Ronaldo (com quem ganhou a Copa do Mundo de 2002), Valdo, Romário, Maradona e Pelé. Reconhecido e respeitado mundialmente, Ronaldinho possui o dom de fazer diversos truques com a bola, muitos deles retratados em famosos comerciais de seu patrocinador, a multinacional americana Nike. Seu jeito "moleque" é cativamente e é um atual ídolo da torcida do Barcelona. Uma de suas marcas registradas é o aspecto dentuço, o que leva a comparações com Ronaldo.

grafite sobre papel 
tamanho: 30x40
artista: Aldinho

Por que chamam os buscadores de bola de gandulas?

Gandulla era o nome de um argentino que fazia parte da equipe do Vasco da Gama na década de 40. Ele era tão ruim que nunca conseguia entrar nos jogos. Ficava uniformizado na beira do campo e sempre corria pra pegar a bola que saía na lateral ou na linha de fundo. A torcida passou a se familiarizar com o "Gandulla" e, a partir de então, todos que cumprem o ofício de "repositor de bolas" passaram a ser conhecidos como gandulas.

Fonte:http://www.terra.com.br/curiosidade

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

O orgulho de não ser torcedor brasileiro

O que é mais importante para você? Deixar de viajar no feriado prolongado para votar na pessoa que irá governar o país pelos próximos quatro anos, ou ver seu país representado por atletas movidos pelo dinheiro e dirigentes corruptos ganharem um jogo na copa do mundo?
Porque a revolta contra políticos não é a mesma contra estas pessoas que além de roubar o nosso dinheiro na construção de “elefantes brancos” para a próxima copa, ainda manipulam a paixão dos verdadeiros torcedores, como torcer para jogadores convocados e escalados por empresários que em nada condizem com o nosso glorioso passado no futebol.
E o pior é que somos convencidos pela mídia, totalmente parcial e desrespeitosa com os nossos adversários e tratá-los como inimigos, e não apenas como rivais. Patriotismo não pode ser resumido a um “mero” evento esportivo, por mais grandioso que seja, principalmente se pararmos e começarmos a analisar a rede de interesses obscuros que movimentam este segmento esportivo.
Está na hora de avaliarmos o que realmente significa ter amor a pátria, e não somente a chamada “Pátria de chuteiras”. Afinal, qual a diferença entre deixar que políticos corruptos se elejam e deixar que dirigentes e jogadores se apossem de uma das nossas ultimas paixões?
Por Adeilton Lopes Pinheiro

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Rope Jump ou Rope Swing

Neste último feriado (2 de novembro), Douglas, um dos integrantes da agência Vértice teve a oportunidade de conhecer um local utilizado para a prática de alguns esportes radicais. Trata-se de uma ponte abandonada que está localizada na cidade de Limeira - SP, próximo a Rodovia dos Bandeirantes e que recebeu o nome de Ponte do Esqueleto.
Na oportunidade, Douglas praticou duas das sete modalidades existentes no rappel, o negativo e o invertido negativo.
Pois é! Olhando uns vídeos no YouTube que foram filmados na Ponte do Esqueleto, Douglas conheceu um esporte antes desconhecido para ele, o qual o classificou como insano. Chama-se Rope Jump ou Rope Swing (reconhecido pelos dois nomes).
O radicalismo consiste basicamente em saltar de uma ponte preso por cordas e, após um curto período em queda livre, o praticante é suspenso entrando em um movimento semelhante ao de um pêndulo (nome de outro esporte radical).
Oportunidade para a prática desse esporte não deve ser encontrada com a facilidade do rappel, por exemplo. Dêem uma olhadinha e analisem se possuem coragem suficiente.
É importante deixar claro que não conhecemos os praticantes expostos nos vídeos e que os mesmos foram coletados do site youtube.com. Inclusive, em um dos vídeos é mostrado a dificuldade de um dos praticantes em encontrar a coragem necessária para o salto.
Seguem dois links de dois vídeos diferentes.


quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Pessoas incríveis

Este vídeo mostra alguns feitos incríveis por atletas profissionais de diversas modalidades de esporte. Algumas das atividades mostradas não são classificadas como esporte e algumas, sinceramente, é duvidosa a veracidade das imagens.
Inclusos também são a complexidade em algumas manobras e a satisfação do telespectador em apreciar alguns feitos incríveis realizados pelo homem.

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

ESPN premia blogs de esportes de ação

São Paulo, 10 de setembro de 2010- Com patrocínio da Ford, a ESPN anuncia oficialmente a abertura do “Prêmio EXPN- O Melhor Blog de Ação”. A partir desta sexta-feira, dia 10, todos os blogs de esportes radicais no país poderão concorrer ao prêmio, que pagará ao vencedor o valor de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) em dinheiro. Os cinco blogs mais bem posicionados receberão um selo de reconhecimento do concurso, que sinaliza aos internautas a participação na premiação. 

O Prêmio EXPN terá uma página exclusiva dentro do Portal ESPN.com.br , onde os fãs de esporte poderão entender a mecânica e conferir os blogs participantes do concurso. Para participar, os interessados devem se cadastrar no hotsite do concurso (www.espn.com.br/premioEXPN) de 10 de setembro a 18 de outubro. O júri será composto por 16 blogueiros da ESPN e um blogueiro convidado do Blog Ecosport, todos eles especialistas em diferentes estilos de esportes de ação e referência na modalidade que praticam. O prêmio será divulgado em todas as plataformas da ESPN.

No hotsite do concurso os participantes poderão encontrar todas as informações sobre o prêmio: área de cadastro, jurados, blogs participantes, regulamento, entre outras informações.


Árbitro apanha na Croácia

A vida de juiz não é uma das mais fáceis. Na Quarta Divisão da Croácia, nem se fala. Depois de não marcar um pênalti a favor do Rudar que enfrentava o Sabunjar, o árbitro Pavic recebeu como resposta socos, pontapés e voadoras…

video


quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Sócios já superam torcidas em estádios

Torcedor brasileiro adota programas de sócio-torcedor e compensa fraca presença nos jogos do Campeonato Brasileiro

Os principais clubes brasileiros já acharam sua “menina dos olhos” na busca de um incremento para suas receitas. Com médias de público bem baixo de representatividade de suas torcidas, os gigantes do país estão apostando forte nos pacotes de sócio-torcedor. A idéia é simples: o clube recebe as mensalidades, e o torcedor, benefícios dos mais variados. Assim, mesmo que ele não compareça aos jogos, o clube garante um bom dinheiro a mais.
O São Paulo, por exemplo, tem o melhor e mais rentável programa entre os grandes paulistas. Seus 60 mil associados, que pagam em média R$ 20 por mês, compensam a baixa média de público do Campeonato Brasileiro (menos de 12 mil). Lançado em 1999, o programa tricolor é um dos mais atingidos do país e vem sendo reformulado e aprimorado a cada ano. “A melhor coisa que temos é um programa que traz benefícios, independente do time”, diz Fernando Cury, coordenador do programa.
No ano passado, a contratação de Ronaldo impulsionou o Fiel Torcedor, programa do Corinthians. Mesmo assim, a média de público do clube é de 25 mil pessoas por jogo, bem abaixo dos 70 mil “fiéis”.
Fora de São Paulo, os clubes gaúchos são exemplo. O Grêmio tem um simulador de Vantagens que calcula no site os descontos do associado. Já o Inter tem o maior plano do Brasil, com 104 mil membros, e mais de 500 conveniados. 

Fonte:  Jornal MT NA RUA (17 de agosto de 2010)

Povão não quer dinheiro público na Copa de 2014

Pesquisa aponta também que maioria dos brasileiros preferem abertura no Rio de Janeiro

Apesar da vontade do povo não valer muitas coisa no Brasil, no que depender da população os estádios para a copa de 2014 não vão sair do papel. Pesquisa divulgada pelo jornal “Folha de São Paulo” mostra que 57% dos brasileiros não querem ver o dinheiro pago em impostos sendo gasto nas obras para o Mundial. O favor está 37%, e 7% não souberam opinar.
A pesquisa, realizada com 10.856 pessoas, também perguntou qual cidade deve receber o jogo de abertura do Mundial, e São Paulo (23%) foi preterida pelo Rio de Janeiro (26%). Mas, caso a abertura seja realizada na capital paulista, o estádio favorito para a partida inaugural é o vetado Morumbi, com 52%.
Um novo estádio e o Pacaembu dividem o segundo posto da preferência, com 14%. Já a futura Arena do Palmeiras foi citada por apenas 11% dos entrevistados.

Fonte: Jornal MTV NA RUA (17 de agosto de 2010)

sábado, 23 de outubro de 2010

Lembra dele? Rinaldo foi 'fominha' com Pelé, mas não se arrepende

No filme "Efeito borboleta" (de 2004), inspirado na Teoria do Caos, o protagonista Evan Treborn (Ashton Kutcher) descobre a capacidade de viajar pelo tempo por meio de lembranças e tenta mudar seu passado repleto de erros. Muitas pessoas gostariam de ter esse poder. Não o ex-atacante Rinaldo.
Poucos jogadores na história do futebol ficaram tão marcados por um único lance. O cenário era o estádio San Siro, em Milão, na Itália. Em 31 de outubro de 1990, uma semana após completar 50 anos, Pelé voltava a vestir a amarelinha e disputou um amistoso pela Seleção Brasileira contra um combinado de estrelas do futebol mundial. Naquele dia, Rinaldo, então no Fluminense, completava 22 anos e fazia sua estreia pelo Brasil. Formava o ataque da renovada equipe brasileira, dirigida por Falcão, ao lado do próprio Rei e de Charles Baiano.
Em um lance, já no segundo tempo, Rinaldo arrancou pela esquerda contra apenas um zagueiro, enquanto Pelé vinha a seu lado totalmente desmarcado, só esperando receber a bola para marcar o gol. Mas o atacante tricolor preferiu finalizar e errou, impedindo o Rei de marcar o seu gol de número 1285.

Fonte: globo.com